#Arma branca

Publicado: 04/08/2011 por Ares em Dia-a-dia

Uma dia num metrô qualquer ouvi uma garota dizer pra outra – “Pára de pichar ou o guarda vai pegar o pauzinho dele pra te bater!” – Indignado com as palavras da garota eu falei – “Tonfa, se chama Tonfa!” – Ela olhou para a amiga e disse – “O Tonfa vai pegar o pauzinho dele pra te bater!…” (Deu vontade de abrir a porta de emergência e pular do metrô).

Bom, depois desta história (Baseada em fatos reais) vamos falar um pouco da TONFA, uma arma branca também conhecida como Cassetete…

A tonfa foi desenvolvida muitos séculos atrás como uma arma de madeira pelos habitantes de Okinawa, no Japão, especificamente para uso no caratê.

Duas tonfas eram frequentemente usadas simultaneamente, sendo uma arma muito eficiente contra ladrões. Os movimentos circulares da tonfa eram usados como forma de ataque, a parte lateral era usada para bloquear golpes de nunchakus e as extremidades para ataques penetrantes.

Por volta de 1580, foram impostas leis que proibiram o uso e a posse de armas, até de espadas velhas e ferrugentas, para tentar restaurar a paz e trazer prosperidade a Okinawa. Isso ajudava a prevenir perdas de vida desnecessárias entre o povo e prevenir o surgimento de guerras civis, mas deixava os camponeses de Okinawa sem defesa contra os ninjas. Apesar das técnicas de mão vazia desenvolvidas nos campos de batalha serem eficazes, não o eram contra ataques em massa. Hoje substituindo o ultrapassado cassetete a tonfa se tornou um bastão ainda mais resistente feito de fibra sintética, sendo usada como arma de defesa policial.

Originalmente a tonfa, antes de se tornar arma, era usada há mais de oito séculos atrás na China e no Japão para moer e descascar arroz e feijão.

A tonfa foi apenas um dos instrumentos agrícolas usados na China antiga que passaram a ser utilizados como armas em função do desarmamento civil.

Esse cara se veste feito um palhaço… Mas manda bem.

E Tem essa arte marcial que não conhecia (Até hoje)

Bom, espero ter esclarecido que a tonfa é uma arma letal, que merece respeito e não deve ser chamada de pauzinho do guardinha.

Escrito por,

Ares.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s